Novos iPhones deste ano podem ter o conector Lightning substituído por USB-C e mais

O Wall Street Journal publicou hoje uma matéria citando algumas das mudanças esperadas para a próxima geração do iPhone e, indo contra tudo o que já foi divulgado até agora sobre o assunto, o jornal afirma que a Apple deve substituir neste ano seu conector Lightning proprietário pelo padrão USB-C, assim como já fez nos MacBooks.

De acordo com as fontes do jornal — que já é bem conhecido por sempre acertar suas “previsões” sobre a Apple — todos os novos iPhones lançados neste ano devem contar com a conexão USB-C ao invés do Lightning. Considerando que o MacBook e o MacBook Pro já utilizam o USB-C, e que outros Macs devem adotar o conector em breve, a empresa pode ter optado por se render ao padrão também com seus dispositivos móveis, permitindo que os usuários utilizem os mesmos cabos e acessórios entre todos os produtos.

Apesar da adoção do USB-C nos aparelhos, ainda é pouco provável que as duas pontas do cabo que acompanha o iPhone utilizem o novo conector. De acordo com o site MacOtakara, também com boas fontes sobre o assunto, o cabo padrão que virá na caixa ainda utilizará o antigo USB-A, obrigando os consumidores que possuem computadores com USB-C a comprarem um novo cabo ou adaptadores separadamente.

Tela Curva de OLED

De volta ao artigo do Wall Street Journal, o jornal corrobora algumas informações divulgadas anteriormente por outros veículos sobre a Apple lançar três novos iPhones neste ano, sendo um deles a edição especial de 10 anos e os outros dois modelos apenas versões atualizadas do iPhone 7 e 7 Plus, mantendo o design atual. O WSJ reforça também que a edição especial do iPhone neste ano será lançada com uma tela OLED, possivelmente curva.

Outra informação corroborada pelo jornal é o fato deste iPhone ter quase toda a parte frontal ocupada pela tela, sem bordas e sem o botão Início. Com isso, o espaço abaixo da tela principal deve realmente funcionar como uma “barra de funções”, algo já previsto anteriormente.

Touch ID “automático” na tela

Desde o ano passado, a Apple segue registrando diversas patentes relacionadas à implementação do sensor do Touch ID diretamente na tela do aparelho, sem a necessidade de uma área específica para o reconhecimento biométrico. Nesta semana, a empresa garantiu mais uma patente envolvendo o Touch ID na tela, porém agora descrevendo também um novo sistema de “autenticação automática”.

Com este sistema, a tela do aparelho reconhece automaticamente quem está utilizando para liberar ou não determinadas ações sem pedir uma confirmação ao usuário. Um exemplo prático disso seria, por exemplo, você tocar no botão de compra de algum aplicativo na App Store e o download começar automaticamente, já que o Touch ID está embutido na tela e reconhece a biometria de quem apertou ali naquele momento.

É importante ressaltar, porém, que ainda faltam cerca de 6 meses para o anúncio oficial dos novos iPhones, e os planos da Apple podem mudar até lá. Veremos se estas mudanças vão mesmo acontecer, e se vão realmente trazer benefícios aos usuários — como a adoção tardia do USB-C após terem lançado até mesmo uma versão Lightning dos EarPods.

Filipe Espósito

Filipe é o criador do iHelp BR. Sempre fascinado por tecnologia, começou a se interessar pela Apple após ganhar o primeiro iPod touch, em 2007. Com a falta de conteúdos sobre a Apple no Brasil, na época, decidiu abrir o iHelp BR para compartilhar dicas e notícias. Entre seus dispositivos mais recentes estão inclusos um iPod shuffle de quarta geração, um iPhone 5, iPhone 6 Plus, um MacBook Pro e uma coleção completa do iPod touch. Atualmente está cursando graduação em Jornalismo.

Publicações Recentes