Rumores: iPhone 8 pode ter o dobro de bateria, ‘Touch Bar’ e Touch ID substituído por reconhecimento facial avançado

Faltando ainda cerca de 7 meses para o anúncio oficial, os rumores sobre o “iPhone 8” não param e ganham cada vez mais força na internet — a cada um minuto, quatro rumores surgem. Alguns apenas reforçam aquilo que as pessoas já sabem, outros trazem novas informações. Para facilitar, reunimos neste artigo um compilado com os últimos boatos sobre a próxima geração do smartphone da Apple que circulam por aí.

Conceito do iPhone 8 criado por Thadeu Brandão.

Muito mais bateria

Em nota ao site americano MacRumors, o analista de segurança da KGI, Ming-Chi Kuo — com um ótimo histórico de acertos relacionados ao universo da Apple — disse que os consumidores já podem aguardar uma bateria com o dobro de duração na próxima versão do iPhone. Fontes do analista revelaram que a empresa americana está trabalhando para reduzir consideravelmente o tamanho da placa lógica interna do aparelho, resultando em mais espaço livre para ser ocupado por uma bateria maior.

O novo desenho interno das peças permitiria, por exemplo, que um iPhone de dimensões similares aos atuais de 4.7 polegada tenha uma bateria de 2.700mAH — praticamente a mesma capacidade das baterias utilizadas nos modelos Plus. Além disso, por supostamente contar com uma tela OLED e componentes menores, o consumo de energia deve ser ainda menor, o que também contribui para que o aparelho fique por mais tempo fora da tomada.

Kuo lembra, porém, que a mudança interna ocorrerá apenas na “edição especial” do iPhone, enquanto os iPhones 7s e 7s Plus — também previstos para serem lançados no final do ano — continuarão como sempre.

Touch Bar no iPhone

Até há alguns dias atrás, a “Touch Bar” no iPhone era apenas um conceito rodando na internet, porém agora pode se tornar realidade. Em outro comentário também ao site MacRumors, Ming-Chi Kuo revelou novos detalhes sobre como pode ser o novo visual frontal do “iPhone 8”, que deve contar com uma área dedicada para funções específicas na parte inferior da tela, funcionando como uma “Touch Bar”.

Como a Apple pretende acabar com quase todas as bordas frontais sem utilidade alguma do iPhone, o botão Início provavelmente deve desaparecer de vez. Para aproveitar o espaço na parte de baixo, há a possibilidade de incluirem uma “área de funções” — que por enquanto ainda são desconhecidas. Mas basta olhar para os novos MacBooks Pro e imaginar que ali aparecerão botões relacionados ao aplicativo aberto naquele momento, copiar ou colar um texto.

Seguindo essa ideia, o tal iPhone pode ter uma tela com o tamanho total de 5.8 polegadas, porém com apenas cerca de 5.1 polegadas de área útil — sendo o restante utilizado pela “área de funções”. Dessa forma, a Apple conseguiria tirar todas as bordas sem ter que realizar grandes alterações no tamanho do aparelho ou na proporção da tela principal.

Fim do Touch ID

O Touch ID foi apresentado em 2013 com o lançamento do iPhone 5s e, desde então, a Apple adotou o leitor biométrico também nos iPads e, recentemente, no MacBook Pro. Recentemente, alguns rumores mencionaram que a Apple está trabalhando em uma nova tecnologia de reconhecimento facial avançado, que seria utilizada como um complemento ao Touch ID em determinadas situações — como uma verificação de dois passos.

A ideia de dois métodos de autenticação diferentes no mesmo aparelho era baseada, principalmente, no fato de que o reconhecimento facial da Apple ainda não estava bom o suficiente para ser a única forma de desbloqueio, porém isso pode já ter mudado. O analista Rod Hall também falou com o site MacRumors e comentou que a empresa deve adotar um novo “escaneador facial 3D”, que deve substituir o Touch ID completamente.

Como a Apple quer sumir com as bordas da tela e com o botão Início, o reconhecimento facial seria a melhor opção para entrar no lugar do Touch ID, já que, aparentemente, não houveram avanços na tentativa de implementar o sensor biométrico diretamente na tela do aparelho. Hall comenta, inclusive, que os desenvolvedores também poderiam utilizar a API do reconhecimento em 3D futuramente para outras funções.

O que já sabemos

Além destes rumores, vale a pena lembrar um pouco sobre o que os principais rumores da próxima geração do iPhone dizem. Como já foi mencionado aqui, espera-se que o aparelho tenha o visual completamente redesenhado, sem qualquer borda e botão na parte frontal da tela. O iPhone seria, basicamente, uma peça única de vidro com bordas em aço inoxidável. O tamanho do aparelho ainda é incerto, mas sabe-se que utilizará uma tela OLED.

Outros boatos também cogitam a possibilidade de maior resistência à água, sensor do 3D Touch aprimorado para receber mais recursos e carregamento sem fio — este também com várias possibilidades. Inicialmente, tudo indicava que a Apple estava trabalhando com a empresa Energeous em uma tecnologia de carregamento sem fio à distância, mas parece que, no final de tudo, o iPhone 8 terá apenas um carregador por indução vendido separadamente, assim como outros celulares do mercado atualmente.

Tudo isso deve fazer com que a edição especial do iPhone seja lançada por não menos que mil dólares. Por enquanto, o mais provável é que o lançamento aconteça apenas em setembro, porém também existem rumores sobre um lançamento já em junho, durante a WWDC 2017. Só nos resta aguardar.

Filipe Espósito

Filipe é o criador do iHelp BR. Sempre fascinado por tecnologia, começou a se interessar pela Apple após ganhar o primeiro iPod touch, em 2007. Com a falta de conteúdos sobre a Apple no Brasil, na época, decidiu abrir o iHelp BR para compartilhar dicas e notícias. Entre seus dispositivos mais recentes estão inclusos um iPod shuffle de quarta geração, um iPhone 5, iPhone 6 Plus, um MacBook Pro e uma coleção completa do iPod touch. Atualmente está cursando graduação em Jornalismo.

Publicações Recentes