Exclusivo: vale-presentes e preços em reais podem chegar em breve na App Store brasileira

Há muitos anos, os usuários brasileiros de produtos da Apple sonham com a chegada dos vale-presentes do iTunes e App Store por aqui — principalmente quem não tem um cartão de crédito. Agora, este sonho parece estar próximo de se tornar realidade: na terceira versão de testes do iOS 11, a opção para enviar um vale-presente começou a aparecer nas contas brasileiras.

Opção de vale-presente na App Store brasileira.

Por enquanto, a única opção disponível é para envio digital, ou seja, nada de cartões físicos — até porque isso provavelmente ainda está sendo testado para estar disponível apenas no iOS 11. Basta colocar o email de quem irá receber o presente, escrever uma mensagem e escolher o valor do vale-presente, que pode ser entre $15 e $300 (o usuário pode digitar um valor personalizado além das opções oferecidas). Em seguida, você pode escolher o modelo do cartão virtual que será enviado para a outra pessoa.

Antes de finalizar, o usuário deve confirmar todos os dados para efetuar o pagamento. Teoricamente, o cartão é enviado para o email da pessoa escolhida junto com um código, que deve ser resgatado por um ID Apple válido. O valor do presente é adicionado na conta em que foi resgatado, e pode ser utilizado para comprar músicas, livros, aplicativos e qualquer coisa disponível nas lojas virtuais da Apple. Ao menos, por enquanto, ainda não conseguimos concluir um envio por ali.

Há um porém nessa história toda: os presentes estão com os preços em dólar, assim como os demais itens das lojas. Por isso, nós fomos além e conversamos com uma fonte ligada ao assunto, que não será identificada aqui por questões de segurança. De acordo com ela, isso realmente está sendo trabalhado há algum tempo, mas a Apple só pode vender os vale-presentes para o público no Brasil com os preços em reais — e isso não vai acontecer até que a loja toda utilize a moeda local.

Apesar da nossa fonte não ter informações sobre quando isso deve acontecer, temos alguns palpites. Considerando que o recurso apareceu no iOS 11, é capaz da Apple adotar os preços em reais na iTunes, iBooks e App Store em setembro deste ano — quando a nova versão do sistema dos iPhones e iPads será liberada para todos os usuários.

Curiosamente, no início do ano, Eddy Cue — o vice-presidente de serviços online da Apple — disse ao site Omelete em uma entrevista coletiva que o Apple Music passaria a ser cobrado em reais para os usuários brasileiros ainda no final deste ano, e que isso só não aconteceu ainda por “problemas burocráticos”.

Estamos trabalhando nisso e planejamos implementar este ano. Ainda não aconteceu por conta de problemas burocráticos.”

Se o Apple Music vai ser cobrado em reais, faz sentido que todas as lojas também tenham a moeda alterada. E, com isso, não apenas os vale-presentes virtuais se tornariam realidade, mas também os cartões-presentes disponíveis em lojas físicas. Agora, nos resta apenas aguardar.

Nós tentamos entrar em contato com a Assessoria de Imprensa da Apple, mas não obtivemos retorno até o momento.

Filipe Espósito

Filipe é o criador do iHelp BR. Sempre fascinado por tecnologia, começou a se interessar pela Apple após ganhar o primeiro iPod touch, em 2007. Com a falta de conteúdos sobre a Apple no Brasil, na época, decidiu abrir o iHelp BR para compartilhar dicas e notícias. Entre seus dispositivos mais recentes estão um iPhone 6 Plus, MacBook Pro de 13 polegadas, Apple Watch Series 2 e os novos AirPods. Atualmente está cursando graduação em Jornalismo.

Publicações Recentes