Bloomberg revela mais algumas possíveis novidades do iOS 12 e macOS 10.14

No final de janeiro, chegamos a comentar aqui sobre um relato da Bloomberg envolvendo as próximas grandes atualizações dos sistemas operacionais da Apple. Fontes de Mark Gurman afirmaram que a empresa deve deixar de lado algumas novidades do iOS 12 e macOS 10.14 para manter o foco em corrigir problemas e melhorar o desempenho. Hoje, em um novo artigo da Bloomberg, o especialista em Apple revelou algumas mudanças que ainda estão sendo preparadas para 2018.

Como já foi mencionado anteriormente, Gurman reforça que alterações mais radicais, como por exemplo uma nova tela inicial para o iPhone, iPad e CarPlay, além do aplicativo Fotos redesenhado, foram deixadas de lado para evitar ainda mais instabilidade no sistema. Tudo isso deve ficar guardado para o próximo ano, mas isso não quer dizer que o iOS 12 será lançado sem novidades para os usuários.

Conhecido internamente como “Peace“, o iOS 12 deve ter como recurso principal a possibilidade de rodar aplicativos universais com o macOS 10.14 (de codinome “Liberty“). Dessa forma, os desenvolvedores vão poder criar um único aplicativo capaz de rodar no iPhone, iPad, Mac, Apple Watch e Apple TV. As fontes da Bloomberg comentaram que a própria Apple vai aproveitar a situação para levar ao Mac alguns aplicativos que hoje só existem no iOS, como é o caso do app Casa, que controla o HomeKit.

Para quem adora os Animoji do iPhone X, já pode esperar novos personagens disponíveis na próxima versão do iOS. A Apple também estaria trabalhando também em um novo menu para os Animoji mais simples e fácil de navegar. Outros aplicativos do sistema também devem ganhar interação com os Emoji animados, incluindo o FaceTime. Por falar em FaceTime, o recurso de chamadas de vídeo em grupo continua nos planos da empresa, mas talvez só seja liberado em uma futura atualização em 2019.

E os Animoji também devem aparecer no iPad em breve. Isso porque a Bloomberg reforça mais uma vez que a próxima geração do tablet da Apple será lançada com o conjunto de câmeras TrueDepth, que possibilita o reconhecimento facial avançado em 3D para o Face ID e outros aplicativos. Recentemente, o iHelp BR descobriu com exclusividade nos códigos internos do iOS 11.3 algumas referências sobre este novo iPad redesenhado.

Uma versão redesenhada do aplicativo Bolsa, utilizado para quem acompanha ações e afins, também está sendo projetada (é pedir demais uma versão para iPad?). O recurso Não Perturbe vai ganhar novas opções, incluindo um controle maior sobre quais ligações e notificações receber ou não. A Siri deve ser ainda mais integrada no sistema de buscas do iOS, a importação de fotos no iPad por meios externos pode ganhar um novo visual e há ainda a possibilidade de ser possível utilizar aplicativos de realidade aumentada (ARKit) com várias pessoas simultaneamente.

Para quem possui crianças, a Apple pretende implementar ainda mais ferramentas para o gerenciamento de seus dispositivos com iOS e Macs. Um recurso chamado internamente de “Saúde Digital” deve mostrar para os pais o tempo exato que a criança utilizou o aparelho, além de trazer mais controle para o que pode ou não ser acessado.

Infelizmente, para os usuários de iPad, mudanças mais radicais na forma de se utilizar o tablet da Apple vão ficar para 2019. O relato da Bloomberg menciona que a empresa já trabalha em uma forma de se utilizar várias janelas de um mesmo aplicativo por meio de abas (algo que o macOS já faz), além da possibilidade de se abrir duas janelas do mesmo aplicativo lado a lado (recurso disponível apenas no Safari do iPad atualmente). Melhorias no uso da Apple Pencil também vão ficar para depois.

Ainda de acordo com uma das fontes, que não quis ser identificada, essas decisões foram tomadas para que seja possível retomar a estabilidade que os sistemas da Apple sempre tiveram, principalmente após algumas polêmicas envolvendo o iOS 11 e o macOS High Sierra. Internamente, a Apple agora pretende lançar novas versões de seus sistemas com grandes novidades a cada dois anos, embora os lançamentos anuais para o público continuem iguais.

O iOS 12 e o macOS 10.14 devem ser apresentados para os desenvolvedores em junho deste ano, na WWDC 2018. O lançamento para todos os usuários, porém, só acontece no final do ano.

Filipe Espósito

Filipe é o fundador e editor-chefe do iHelp BR. Sempre fascinado por tecnologia, começou a se interessar pela Apple após ganhar o primeiro iPod touch, em 2007. Com a falta de conteúdos sobre a Apple no Brasil, na época, decidiu criar o iHelp BR para compartilhar dicas e notícias. Entre seus dispositivos mais recentes estão um iPhone X, MacBook Pro, iPad de 2017, Apple Watch Series 2 e os AirPods. Atualmente está cursando graduação em Jornalismo.

Publicações Recentes