iFixit desmonta o HomePod e revela o verdadeiro interior do produto

É, o HomePod não precisou nem chegar às lojas para algumas pessoas descobrirem o que há dentro dele. Mas depois de tanta informação que o alto-falante inteligente da Apple nos deu com o firmware que vazou na internet, a iFixit desmontou uma unidade real do produto para nos mostrar o que há de verdade dentro dele (além de surpresas nos códigos do sistema).

Tradicionalmente, quando um novo produto da Apple é lançado, a empresa iFixit divulga em detalhes o processo de desmontagem, revelando alguns detalhes curiosos sobre o interior desses dispositivos que parecem ser tão simples por fora, mas ao mesmo tempo complexos por dentro. Não foi diferente com o HomePod, que começou a ser vendido na Austrália, Estados Unidos e Reino Unido na semana passada.

Logo de cara já é possível ver que o produto é bem difícil de ser aberto. Por meio de um raio-x, a empresa descobriu que existem vários parafusos Torx escondidos abaixo da camada de tecido do alto-falante.

Na parte inferior do HomePod, há uma tampa que também serve de suporte para o dispositivo não deslizar nas superfícies em que é colocado. Foi preciso aquecer essa tampa para removê-la sem danificar outras partes, já que ela é extremamente colada.

Para a surpresa de todos, abaixo dela há um conector de 14 pinos que provavelmente é utilizado para desenvolvimento interno e até mesmo para reparos. Lembrando que o HomePod utiliza uma versão adaptada do iOS, assim como o Apple Watch — que também tem uma porta secreta de uso restrito.

Como este foi o primeiro HomePod aberto, a iFixit teve que rasgar a camada de tecido para acessar o interior do alto-falante. Só depois eles descobriram que há uma forma de remover o tecido sem precisar cortá-lo. Abaixo desse tecido mais grosso há outra malha mais fina, que é utilizada para proteger os componentes internos de poeira e outras sujeiras.

Com os parafusos e tecidos removidos, eles conseguiram acessar os componentes que controlam as luzes e os botões de LED que aparecem no topo do HomePod.

Mais abaixo está a placa lógica do HomePod, onde se encontra o processador A8 com 1GB de memória RAM, 16GB de armazenamento interno e módulo de Wi-Fi e Bluetooth — basicamente um iPhone 6 em forma de alto-falante.

Se até agora foi possível desmontar o aparelho sem danificá-lo muito, acessar os alto-falantes internos é impossível sem praticamente destruir o HomePod. O pessoal da iFixit precisou utilizar uma serra para abrir o dispositivo de vez.

Só assim conseguiram remover o woofer principal. De acordo com a empresa que desmontou o produto, a peça específica conta com um ímã razoavelmente grande (20 mm p-p), que garante graves de alta qualidade mesmo com o alto-falante de diâmetro menor.

Logo abaixo do woofer está a fonte de energia do HomePod, dividida em duas partes: o controlador principal e os capacitores dos alto-falantes internos.

Há ainda mais uma pequena placa dentro do HomePod, esta sendo responsável por controlar os microfones do aparelho.

E estes são alguns dos microfones espalhados por todo o corpo do HomePod. Eles foram presos no dispositivo com muita cola, assim como outros componentes internos.

 

Os tweeters do dispositivo estão encapsulados. Curiosamente, a Apple utiliza parafusos de ouro nessas peças, que também conduzem energia para estes alto-falantes.

Ao todo, o HomePod possui sete desses tweeters, que são responsáveis pelo som preciso e direcional.

E este é o HomePod completamente desmontado.

A iFixit afirma que o HomePod “foi construído como um tanque”. Embora isso implique na dificuldade de abrir o produto, também quer dizer que ele é extremamente resistente. No final de tudo, a empresa especializada em prestar assistência técnica para eletrônicos deu a nota 1/10 para o HomePod. Ou seja, é impossível reparar o produto caso ele apresente algum problema interno.

Diversos componentes são extremamente colados e alguns deles sequer podem ser acessados sem danificar o produto (como foi o caso da serra). Quem tiver um problema com seu HomePod após o fim da garantia terá que desembolsar 270 dólares (cerca de R$ 900) para substituir a unidade por uma nova. A única peça removível é o cabo de energia, porém a Apple não vende esse cabo separadamente. Quem precisar de um novo cabo deve enviar o HomePod para uma assistência autorizada e pagar uma taxa de 29 dólares (algo em torno de R$ 95).

Curiosamente, a iFixit notou que alguns componentes internos do HomePod deixam indícios de que a Apple pretendia lançar um produto modular, de certa forma. Isso, é claro, não aconteceu na versão final.

Nos Estados Unidos, o HomePod custa 349 dólares (aproximadamente (R$ 1.160). Ainda não há previsão de lançamento ou preço no Brasil.

Filipe Espósito

Filipe é o fundador e editor-chefe do iHelp BR. Sempre fascinado por tecnologia, começou a se interessar pela Apple após ganhar o primeiro iPod touch, em 2007. Com a falta de conteúdos sobre a Apple no Brasil, na época, decidiu criar o iHelp BR para compartilhar dicas e notícias. Entre seus dispositivos mais recentes estão um iPhone X, MacBook Pro, iPad de 2017, Apple Watch Series 2 e os AirPods. Atualmente está cursando graduação em Jornalismo.

Publicações Recentes