E se o iOS 11 ganhar um novo visual inspirado no aplicativo Música?

A Apple irá apresentar em breve aos desenvolvedores a primeira versão de testes do iOS 11 — com os rumores indicando que a atualização trará, entre vários novos recursos, uma repaginada no visual. A última vez que o iOS passou por uma grande mudança em seu design foi em 2013 com o iOS 7, que introduziu o “flat design” e marcou o fim do “skeumorfismo” Mas, e agora, como a Apple poderia alterar mais uma vez o visual do sistema do iPhone e iPad? Nós acreditamos que o caminho está no atual aplicativo Música do iOS 10 e, por isso, fizemos alguns conceitos para demonstrar como o iOS 11 deve ser.

Aplicativo Música do iOS 10 trouxe um novo visual com elementos maiores e fontes mais grossas.

Com o iOS 10, a Apple pode ter dado uma prévia de como será todo o sistema futuramente. O aplicativo Música, News e, posteriormente, o TV — estes dois últimos indisponíveis no Brasil até agora — trouxeram um visual diferente do que existia no ecossistema da Apple até então. As várias cores em fundos translúcidas e fontes super finas foram substituídas por fundos monocromáticos, elementos maiores e fontes mais grossas.

Mas, além de imaginar como seria todo o iOS neste estilo, decidimos imaginar também mais uma vez o tão falado “Modo Escuro”. No ano passado, nós criamos um conceito de Modo Escuro para o iOS baseado no aplicativo da WWDC 2016. Apesar do recurso não ter sido lançado pela Apple, códigos internos do iOS 10 indicam que isso está realmente sendo testado pela empresa — e temos esperança de que venha com o iOS 11.

Sem mais enrolação, vamos ao conceito.

Música

Como mencionamos, a ideia de um novo visual para o iOS gira em torno do atual aplicativo Música. Por isso, neste caso, nós apenas criamos então como seria uma alternativa dele no “Modo Escuro”.

Conceito do aplicativo Música do iOS em tema escuro ao lado da versão tradicional.

As cores se inverteriam, com o fundo sendo preto e os textos brancos. Assim como no outro conceito, o Modo Escuro poderia ser programado para ativar automaticamente em determinado horário do dia — assim como o Modo Noturno (Night Shift).

Conceito do aplicativo Música do iOS em tema escuro.

Mail

Ao invés da tradicional barra superior, o nome do menu que o usuário está visualizando naquele momento aparece em negrito e com muito mais destaque no topo da tela, agora alinhado ao lado esquerdo. A barra de pesquisa também fica maior, podendo ter algum botão ao lado. No caso do Mail e de outros aplicativos que não possuem uma cor específica e utilizam o azul tradicional em alguns elementos, a cor seria apenas invertida para o laranja no Modo Escuro.

Conceito do aplicativo Mail do iOS em tema escuro.

No conceito, a janela para enviar um novo email abre no mesmo estilo que a tela de “Reproduzindo Agora” do aplicativo Música. Ao utilizar o Modo Escuro, outros elementos do sistema como o teclado e recursos relacionados ao 3D Touch também mudam de cor.

Contatos (Aplicativo Telefone)

Relógio

Se o aplicativo Relógio atual do iOS é exclusivamente escuro, fizemos o caminho inverso no conceito e criamos uma versão clara — também nos moldes do aplicativo Música. A ideia é que todos os aplicativos tenham uma versão clara e outra escura.

Mensagens

Saúde

Curiosamente, o aplicativo Saúde no iOS 10 trouxe também alguns elementos visuais maiores, mais uma vez reforçando que esta provavelmente é uma tendência a ser adotada pela Apple em todo o sistema futuramente.

Ajustes

Para o aplicativo Ajustes, além da mudança visual e o tema escuro, foi pensado também em uma melhor organização das configurações por categorias, como “sinal” e “notificações e controles”.

Novamente, espera-se que, com a implementação de um novo visual e até mesmo de um Modo Escuro, os desenvolvedores possam atualizar seus aplicativos para o novo padrão. Vale lembrar mais uma vez, porém, que as imagens se tratam apenas de conceitos que mostram como poderia ser o iOS 11 — e não necessariamente a Apple irá fazer algo assim.

Os rumores para o iOS 11 até o momento envolvem melhorias no iMessage e Apple Music, FaceTime em grupo, recursos mais avançados para a Siri e novidades específicas para a experiência de uso do iPad. A nova versão será apresentada no evento inicial da WWDC 2017, no dia 5 de junho, às 14 horas (horário de Brasília). O iHelp BR realizará a cobertura completa do evento com live-blogging durante a apresentação e diversos artigos aprofundados sobre as novidades anunciadas posteriormente.

Filipe Espósito

Filipe é o criador do iHelp BR. Sempre fascinado por tecnologia, começou a se interessar pela Apple após ganhar o primeiro iPod touch, em 2007. Com a falta de conteúdos sobre a Apple no Brasil, na época, decidiu abrir o iHelp BR para compartilhar dicas e notícias. Entre seus dispositivos mais recentes estão um iPhone 6 Plus, MacBook Pro de 13 polegadas, Apple Watch Series 2 e os novos AirPods. Atualmente está cursando graduação em Jornalismo.

Publicações Recentes